domingo, 22 de setembro de 2013

Outono

Olha para as cores da esperança
Um atrás da outra, a esmorecer
Tantas são as folhas em mudança
Ondulando ao vento, a descer
Numa espiral suave e mansa
O pôr do Sol espalha o seu ser