sábado, 1 de janeiro de 2011

Fim... do Ano

O tempo passa a conta-gotas. São os minutos finais.

Por todo o mundo, as pessoas desejam aos seus amigos e família sorte e força para o que vier a seguir. Prometem estar juntas aconteça o que acontecer, venha o que vier. Aguardam juntas o grande desconhecido.

O que viveram até então passa-lhes à frente dos olhos, alvo de um longo contemplar, com todos os "não devia ter feito isto" e "queria ter feito aquilo" que essas recordações trazem. Mas não têm mais dias, não têm mais horas, em breve nem minutos. Ficarão reduzidas a uma espera de míseros segundos.

À espera do instante em que tudo muda e, ainda assim, em que tudo fica igual. O instante em que uma fotografia nos é tirada pelo tempo, criando um novo momento do antes e do depois.

0 comentários:

Enviar um comentário